março - 30 - 2015 | 3 comentários

A dica dessa semana é esta: mais ação, menos reação! Acho que todo mundo já reagiu por impulso a algum tipo de agressão, como um vendedor mal educado, por exemplo, e depois ficou se perguntando porque foi deixar o sangue subir à cabeça daquele jeito, se sentindo mal por ter reagido de uma maneira que não é a sua maneira usual de se comportar. Isso acontece quando o BOP – Body of Pain – toma conta e o que prevalece é o nosso instinto animal. O BOP é um conceito meio complexo mas, resumidamente, é aquela parte irracional de nós marcada por experiências anteriores que nos tira do sério, nos faz agir pelos motivos errados, reagir como não deveríamos e não gostaríamos de reagir, tomar decisões impensadas e equivocadas etc. Qualquer prática espiritual, usando as palavras que preferir usar para definir isso, visa reduzir a atividade do BOP e, assim, fazer com que nos tornemos seres mais evoluídos e amorosos, agindo mais e reagindo menos.

Quando simplesmente reagimos sem pensar, estamos sendo um espelho da outra pessoa, o que significa que não estamos sendo nós mesmos, quem gostamos e escolhemos ser – o que nos torna vulneráveis ao outro e às situações que se apresentam a nós e menos “senhores do nosso próprio destino”, como marionetes; mais instáveis emocionalmente e mais sujeitos a arrependimentos também. À medida que evoluímos como pessoas e como seres espirituais que somos, o ideal é conseguirmos fazer nossa consciência falar mais alto e, frente a qualquer fato desagradável, respirarmos e tomarmos um momento para pensar: “como devo agir nessa situação?”. Quando fazemos isso, invariavelmente o resultado é muito mais positivo. Devemos nos perguntar como trazer luz à situação, como trazer amor, como resolver o problema ou amenizá-lo. Quando simplesmente reagimos, não raro estamos piorando a situação, ou pelo menos mantendo-a como está, sem qualquer melhora. E isso é sem dúvida um desperdício de tempo, energia e vida!

No vídeo dessa semana, ensino um mudra para mandar a raiva embora antes de reagir! Sem a influência da raiva, conseguiremos AGIR como queremos, sendo mais donos da nossa própria vida. Vou adorar ouvir de vocês, saber o que acharam do mudra e se já tinham pensado sobre ação e reação dessa forma! (Clique no link abaixo para ter acesso ao vídeo – espero conseguir consertar e colocar o vídeo diretamente aqui em breve kkkk)

Beijos, boa semana!
Namastê!



3 Comentários até agora.

  1. Raquel disse:

    Helo, está replecta de razão em tudo o que disse. Todos os dias procuro AGIR e não reagir mas nem sempre é facil… Vou experimental o mudra 🙂 Beijinho e outro para a Nininha !

  2. Carla disse:

    Sempre linda e inspiradora!! <3
    Adoro essas dicas!

  3. Gi disse:

    Muito bom, consegui me ver “reagindo”em diversas situações e isso sempre me incomodou bastante, não quero me tornar “espelho”, conquistar essa consciência muda tudo. Obrigada!